Please ensure Javascript is enabled for purposes of Acessibilidade
Quarta
Tempo limpo
33° MÁX
18° MIN
Cb image default
Fotos: Nei Theodoro/Assessoria PMI

Após fortes chuvas nesta terça e quarta-feira, dia 13, no município de Ivinhema fez a administração municipal através do Prefeito da cidade Juliano Ferro declarar estado de calamidade pública e deverá pedir ajuda ao Governo Federal.

Durantes as ultimas chuvas que já somam mais de 240 mm, a erosão que existe no município ganhou grandes proporções e agora já bem próxima de casas e do cemitério local provoca medo nos moradores e nas autoridades.

Esta é um tipo de erosão causado pela ação da água das chuvas. E já provoca grandes desgastes do solo por ser arenoso, que pode ser classificado como erosão de grande porte e causa danos irreparáveis no terreno.

Dezenas de famílias do bairro Triguenã estão assustadas e pedem ao prefeito que uma providencia seja tomada imediatamente.

Juliano Ferro disse estar apavorado com a rapidez e à proporção que a erosão tomou, e disse que todas as medidas cabíveis já foram tomadas, mais eu preciso da sensibilidade do Governo Federal para o envio de recursos para serem investidos no local.

Durante a tarde desta quarta-feira o Prefeito Juliano, junto com Secretário de Obras Jonatan Gregório, Juliane Bonetti de Assistência Social e do Chefe da defesa Civil Divaldir Fialho acompanhou o Promotor de Justiça Allan Thiago Barbosa Arakaki, que foi conferir de perto os estragos provocados pelas ultimas chuvas.

No mesmo horário o Prefeito Juliano Ferro recebeu a visita do Deputado Estadual Zé Teixeira, que se comprometeu acionar a Deputada Federal e ex. Ministra da Agricultura Tereza Cristina, na busca de viabilizar os recursos para combater esta erosão.

Estamos clamando por socorro as nossas autoridades federais, que possam imediatamente enviar profissionais para avaliarem a situação que é de grandes riscos.

Nas ultimas 24 horas houve um aumento muito grande da erosão, provocando medo em nossos moradores e também esta muito próxima do cemitério local afirmou o prefeito.

Nos não queremos perder bens ou até mesmo vidas, é necessário fazer algo, disse Juliano Ferro.